Português  |  English  |  Español
Busca
Eventos  Eventos
Notícias
  Notícias Gerais
  Notícias Regionais
  Responsabilidade Social
  Sala de Imprensa
Clippings  Clippings
Página Inicial   ::   Eventos e Notícias   ::   Notícias   ::   Notícias Gerais
Eventos e Notícias
Notícias Gerais
Plano de internet banda larga para empresas

O presidente do Sistema FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, e o presidente da Telebras, Caio Bonilha, se reuniram, no dia 19 de julho, para anunciar a criação de um produto específico de internet banda larga de alta velocidade para o setor corporativo, tendo como prioridade o atendimento a polos de concentração industrial.

foto_coletiva_FIRJAN_Telebras_02_editada.jpg
Fotos: Antonio Batalha

Em março do ano passado, a FIRJAN apresentou um conjunto de propostas ao ministério das Comunicações, sugerindo que o Plano Nacional de Banda Larga contemplasse o Pacote Empresarial Essencial, direcionado para empresas.

Com velocidade de 15 megabits por segundo (15 Mbps) de tráfego para download, com garantia de banda mínima de 20% em relação à velocidade de download contratada, o plano terá preços competitivos internacionais, com isenção de ICMS, para os municípios de alta concentração industrial no país.


foto_coletiva_FIRJAN_Telebras_Caio_Bonilha_03_editado.jpg
Caio Bonilha, presidente da Telebras

O mapeamento desses municípios, produzido em parceria com a FIESP, considerou pelo menos duas, das três características a seguir: mais de 700 indústrias de micro, pequeno ou médio porte; mais de três grandes indústrias; ou valor adicionado bruto da indústria acima de R$ 1 bilhão. “O encontro de hoje marca o resultado desse trabalho. Entrego ao presidente da Telebras a lista do mapeamento de polos industriais do Rio e de São Paulo, com 147 municípios que abrigam mais de 260 mil indústrias, 51% do total nacional”, afirma Eduardo Eugenio.

Para a Telebras, oferecer esse serviço era assunto prioritário. “O governo federal entende que proporcionar estrutura para o setor produtivo é de extrema importância. Por isso, o lançamento de um produto de internet de alta velocidade para o setor industrial estava nas nossas prioridades”, enfatizou Caio Bonilha.

A empresa de telecomunicação irá disponibilizar o serviço ainda neste ano. “É um produto que não existe no mercado, será oferecido para todo o Brasil e terá preços acessíveis, que vamos estudar com os provedores de internet”, completa o presidente da Telebras.

A definição do pacote foi baseada em análises sobre a necessidade de banda larga para a utilização de aplicativos disponíveis no mercado mundial, como os relacionados a vídeo conferência e comércio eletrônico. O acesso à internet com eficiência permite às empresas usufruir de tecnologias que incrementem produtividade e garantam competitividade, com suporte a sistemas corporativos e de comunicação.

Estudo da FIRJAN identifica que serviço oferecido ao setor empresarial é caro e lento

Elaborado pelas FIRJAN também no ano passado, o estudo “Quanto custa o acesso à internet para as empresas no Brasil?” identificou que o serviço oferecido no país ao setor empresarial é caro, lento e pouco abrangente em termos geográficos.
   
Na comparação internacional dos preços para pacotes com velocidades de 1 Mbps, o Brasil é o 7º mais caro do mundo, com um custo médio de US$ 42,80 (equivalente a R$ 70,85), bem acima de Alemanha (US$ 9,3), México (US$ 16,5) e Colômbia (US$ 16,7) e ainda maior que Suíça (US$ 36) e Estados Unidos (US$ 40).

O estudo revelou, ainda, surpreendente variação de preços entre as 27 unidades da federação do país, evidenciando a urgente necessidade de investir em infraestrutura física para equalizar as diferenças e melhorar a qualidade do serviço prestado.

A banda larga vem se mostrando também indispensável para o cumprimento de obrigações legais, como a utilização da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), plataforma web de exportação (Novoex) e declaração de imposto de renda.

O Sistema FIRJAN reforça que o serviço de banda larga específico para empresas pode ser oferecido por qualquer empresa de telecomunicação. A apresentação do pleito pela Federação foi feita de forma pública, ressaltando a crescente necessidade do setor industrial e apontando, por meio de análises de dados sobre a indústria no país, áreas de maior concentração industrial, nas quais se entende haver maior demanda por esta oferta.


Saiba mais:

Pacote mínimo de banda larga para o setor corporativo
    
Medidas de regulamentação da banda larga para o setor corporativo são sugeridas pela FIRJAN





          

Copyright 2011 - Todos os direitos reservados à FIRJAN
AV. GRAÇA ARANHA, 1 - CENTRO - RIO DE JANEIRO
0800 0231 231 (ligações gratuitas de telefone fixo no estado do Rio)
4002 0231 (custo de ligação local)
Teleatendimento: segunda à sexta - das 7h às 21h
                            sábado e domingo -  das 8h às 14h
faleconosco@firjan.org.br
Contador de páginas